Detalhe

Presidente e novos conselheiros do CNE tomam posse em Brasília

08/10/2018 | Por: ABMES | 530

O ministro da Educação, Rossieli Soares, deu posse na tarde de hoje (8) ao novo presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), Luiz Roberto Liza Curi, bem como os novos conselheiros das câmaras de Educação Básica e Superior. O CNE é o órgão que tem como missão formular e avaliar a política nacional de educação.

Na Câmara de Educação Superior (CES) foram empossados Marco Antônio Marques Silva, Sergio de Almeida Bruni e Robson Maia Lins, todos com mandato de 4 anos. Outros três conselheiros foram reconduzidos: Yugo Okida, Maurício Eliseu Costa Romão e Joaquim José Soares Neto.

Já na Câmara de Educação Básica (CEB) foram nomeados Mozart Neves Ramos e Maria Helena Guimarães de Castro, ambos com mandado de 4 anos. O conselheiro Ivan Claudio Pereira Siqueira foi reconduzido pelo mesmo período.

Para o diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), Sólon Caldas, o Conselho possui papel estratégico na condução da política educacional do país. “Para a ABMES foi grande a satisfação de participar dessa cerimônia. O CNE consiste em um órgão fundamental para o bom andamento da política educacional do país e a parceria estabelecida entre ele e o setor privado de educação superior é uma força que contribui de forma efetiva para o desenvolvimento da educação brasileira”.

Sobre Luiz Roberto Liza Curi
O novo presidente do CNE é graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), possui mestrado em Sociologia da Ciência e Doutorado em Ciências Econômicas pela mesma instituição. Foi secretário de Cultura de Campinas, diretor nacional de Políticas de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e Assessor Especial do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTIC).


Conteúdo Relacionado

Legislação

RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 2, DE 01 DE JULHO DE 2015

Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada.


RETIFICAÇÃO SÚMULA DO PARECER Nº 10, DE 24 DE MAIO DE 2017

Onde se lê:"Câmara de Educação Superior ", leia-se: "Conselho Pleno ".


PORTARIA MEC Nº 278, DE 28 DE MARÇO DE 2018

Ficam divulgadas, na forma dos Anexos I e II, as relações dos nomes a serem considerados para escolha e nomeação dos membros da Câmara de Educação Básica e da Câmara de Educação Superior, do Conselho Nacional de Educação.


PARECER CES-CNE Nº 355, DE 08 DE JUNHO DE 2016

Revisão do Parecer CNE/CES nº 224/2012, que trata das Diretrizes Curriculares Nacional para os cursos de graduação em Oceanografia, bacharelado.


PORTARIA MEC Nº 1.163, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2018

Altera a Portaria MEC nº 817, de 13 de agosto de 2015.


Notícias

Diretrizes Curriculares recebem contribuições pela internet

Documento estará disponível para análise e contribuições até o dia 23 de outubro na página do CNE

Ampliação carga horária do curso de formação de professores é adiado por um ano pelo CNE

Decisão do Conselho Nacional de Educação causou divergências entre conselheiros. Universidades federais alegam precisar de mais tempo para implementar mudanças

MEC recebe propostas de novos cursos técnicos até 13 de outubro

Estará aberta a consulta pública para propostas de atualização do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. O CNCT vai para sua quarta edição e tem lançamento previsto para 2019

MEC anuncia o Dia D para a Base Nacional Comum Curricular

Em 2 de agosto, quase 30 mil escolas públicas de todo o país debaterão o novo currículo do ensino médio

Conselho adia prazo para adaptar cursos de formação de professor

Regra previa aumentar de 3 para 4 anos duração de licenciaturas; escolas terão mais um ano para fazer as mudanças