História da marca ABMES

As três primeiras marcas da identidade da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior foram feitas “artesanalmente”, sem preocupação com formas e conceitos, mesmo quando da mudança de ABM para ABMES, como demonstram as imagens abaixo.

 

 

O crescimento das atividades da ABMES demandou a busca de uma identidade visual que demonstrasse com clareza os propósitos da entidade. Assim, a diretoria lançou em 1997 um edital para o concurso de uma nova logomarca do qual participaram, com 99 propostas, arquitetos, designers, professores e estudantes de todo o Brasil. A Comissão Julgadora dos trabalhos reuniu-se na sede da ABMES no dia 24 de outubro de 1997.

Venceu o concurso a proposta apresentada pelos arquitetos Marisa Cobe Maass, Matheus Gorovitz, ambos arquitetos e professores da Universidade de Brasília (UnB), e Frederico Barbosa Júnior, à época, estudante do curso de Arquitetura da UnB.

As Menções Honrosas foram concedidas aos designers Andréia Alcântara (Vollmer Design, Diadema/SP) e Fernando Rabello Costa (Brasília/DF).

 

Memória descritiva das propostas premiadas

1º Lugar

De acordo com Marisa e Matheus, a imagem adotada – mão – alude à etimologia da palavra manter, da qual se origina o termo “mantenedora”. Manter do latim manutere, ter na mão. Entrelaçadas, as mãos correspondem à articulação entre mantenedoras e mantidas. Nesse sentido, traduzem a natureza da entidade não no sentido paternalista, mas sim de mútua colaboração da qual resulta a comunhão desejada. A simetria e a modulação conferem o necessário caráter institucional, além de favorecer a memorização; o esquema geométrico, ao reunir as partes constituintes num sistema, assinala a racionalidade que distingue, quando corretamente orientada, a organização educacional.

 

2º Lugar

A construção da marca para a ABMES, de acordo com Andréia Alcântara, “tem como principal enfoque a parceria e a ação coletiva entre as mantenedoras e as instituições mantidas, bem como a preocupação em preservar a confiança mútua entre o Estado e as instituições. Para enfocar essas questões, tomou-se como principais os seguintes símbolos: uma pessoa e um livro. Num primeiro momento, o grafismo não destaca tais símbolos, cujas formas aparecem com sutileza, alcançando um resultado gráfico mais elaborado, mais conceitual do que propriamente figurativo. A pessoa representa a parceria, a coletividade e a confiança; o livro representa as mantenedoras e as instituições. A pessoa lendo um livro, atitude comum nas escolas, demonstra que as atividades da Associação privilegiam o ensino”.

 

3º Lugar

Fernando Rabello Costa explica na memória descritiva de seu trabalho que a solução foi encontrada pela geometrização. A logomarca completa foi construída dentro de retângulos áureos, o que possibilitou unir, de maneira estável, cada uma das partes dentro de um todo e tornar a malha construtiva extremamente simples. Cada uma das partes individualmente direciona o olhar do observador a uma diagonal ascendente que termina no símbolo. O símbolo por sua vez tem como imagem recorrente um cubo compartimentado, ou seja, um tijolo, uma construção, que faz alusão à estruturação e à organização – temas básicos no trabalho de uma associação. Graficamente, o símbolo se utiliza de vários triângulos e um trapézio que, sugerindo setas, aponta incisivamente para o centro do bloco formado pela assinatura e pela sigla. O conjunto sugere estabilidade, harmonia e movimento que, em última análise, são os ideais que norteiam a ação de uma associação.

 

Redesenho da logomarca

 

 

Para celebrar os 30 anos de existência da ABMES, a diretoria recomendou que Marisa Cobe Maass e Matheus Gorovitz elaborassem um redesenho da logomarca, preservando a concepção da proposta original.

A nova logomarca mostra as mãos em forma de concha, acolhedoras, sugerindo um movimento de dádiva e colaboração. 

 

SELOS COMEMORATIVOS

 

Selo dos 20 anos

 

 

Selo dos 25 anos

 

 

Selo dos 30 anos

 


Vantagens aos Associados


  • Participar gratuitamente nos eventos da ABMES
  • Obter descontos especiais em cursos de capacitação, congressos e outras atividades
  • Receber gratuitamente exemplares das publicações da ABMES Editora
  • Contar com consultoria nas áreas jurídica e acadêmica
  • Usufruir de estrutura moderna e atendimento qualificado
  • Contribuir com propostas sobre temas relacionados ao setor