Detalhe

Diversidade do setor educacional é avaliada como principal defesa do setor para 2023

08/12/2022 | Por: ABMES | 761

Não há dúvidas de que 2023 será um ano de grandes mudanças, a começar por uma transição política que pode gerar impactos diversos no sistema educacional brasileiro. Em seminário da ABMES desta terça-feira (06/12), especialistas debateram desafios e defesas importantes para o próximo ano. A valorização da diversidade foi um dos mais importantes pontos de atenção citados.

O presidente da ABMES, Celso Niskier, coordenou o seminário e ressaltou que o intuito é continuar trabalhando pelo princípio que une o setor educacional, que é a diversidade institucional. "São as diferenças que fazem a riqueza do nosso país, por isso deve ser valorizada em todos os níveis. Nossa grande defesa e desafio para 2023 é valorizar a diversidade do setor educacional, tanto público, quanto privado", apontou. Para Niskier, 2022 foi um ano de muitos desafios mas também de muitas conquistas, e a ABMES conseguiu avançar nos 5 "is" principais de atuação que são inovação, informação, influência, internacionalização e integração. "Vamos trabalhar no planejamento estratégico da ABMES para os próximos cinco anos no intuito de seguirmos acompanhando as tendências do mundo. Continuaremos dando transparência à nossa Organização, atuando proximamente ao novo governo", disse.

Na mesma linha, o Senador Izalci Lucas (PSDB/DF) apontou que a diversidade e representatividade do sistema educacional brasileiro no Congresso Nacional ainda deixa a desejar. “É preciso ter um olhar especial para representatividade na Câmara e no Senado. A luta não é fácil, principalmente quando falamos em educação privada. Temos que avançar em muitos aspectos. Alguns setores como o Agronegócio, por exemplo, já estão convencidos da própria relevância e estão dominando o Congresso. Espero que um dia a Educação possa ter esse papel”, apontou. Para o senador, 2023 será um ano de ampliação das vagas no Ensino Superior e avanços em cursos técnicos.

O investimento em educação é importante para o desenvolvimento social e econômico do país. Esse foi um dos assuntos pontuados pelo Deputado Federal Átila Lira (PP/PI) que reforçou também a importância do Brasil voltar a ter políticas públicas alinhadas com a rede estadual e federal para que sejam dados os encaminhamentos necessários para o setor. “Educação é uma bandeira que todos falam em campanha, mas poucos defendem no Congresso Nacional. É preciso haver mais união”, considerou.

Também participaram do evento figuras importantes como o Diretor do Ituring e ex-secretário de Educação Superior do MEC, Ronaldo Mota, o Reitor da Universidade São Francisco, Gilberto Garcia, e a Diretora de Educação da Microsoft Brasil, Vera Cabral.