Detalhe

Matrículas na educação superior particular têm retomada e crescem 35% no primeiro semestre de 2022

24/05/2022 | Por: ABMES | 481

Após a grande transformação digital acelerada pela pandemia da Covid-19 nas instituições de educação superior de todo o país, a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), em parceria com a empresa Educa Insights, apresentou nesta terça-feira (24) a pesquisa inédita “Otimização da oferta: o que querem os estudantes?”, sobre qual formato os alunos dos principais cursos do ensino superior preferem estudar. O levantamento indicou uma retomada na procura e matrícula de novos alunos com aumento de 35% no primeiro semestre de 2022.

“A pesquisa traz bastante informação, dados reais de captação, além de um apanhado de dados de pesquisas que temos desenvolvido desde o início da pandemia”, avaliou Daniel Infante, CEO da Educa Insights. Ele apresentou a trajetória do Censo da Educação Superior 2020, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), e fez uma análise comparativa do cenário atual com os dados oficiais.

Para o estudo, a empresa traçou quatro perfis de estudantes, dois com aqueles que já tinham interesse na modalidade independente da pandemia – demanda tradicional e demanda reprimida - e outros dois que passaram a considerar a opção após o contexto de restrição sanitária – potencial orgânico e potencial inovação.

O levantamento também concluiu que os investimentos em tecnologia e novas abordagem de ensino-aprendizagem são legados da pandemia que impulsionaram o hibridismo e a adoção de novas tecnologias. Os cursos semipresenciais e híbridos passaram a ser foco de atenção dos universitários que buscam mais flexibilidade. Como resultado, houve um crescimento de 43% nas matrículas nesse perfil de curso.

Os cursos presenciais também tiveram aumento em relação ao início de 2021, com ingresso de mais 39%. Entre as graduações a distância, as matrículas cresceram 22%. O estudo também apurou que 80% da demanda se concentra em um rol 12 cursos tradicionais e entre 23 cursos em EAD.

Desafio da inovação
Na avaliação do diretor presidente da ABMES, Celso Niskier, os números demonstram a aprovação do ensino EAD por parte dos estudantes. “Existe uma demanda de um aluno mais jovem, que egressa do ensino médio, que vê a EAD não só como uma possibilidade mais acessível e flexível, mas também como uma opção de escolha. Esse é o nosso desafio no momento: uma oferta com mais inovação que desperte o interesse e provoque engajamento no estudante”, explicou.

Infante explorou as informações concretas das 22 IES analisadas apresentando quais estratégias fizeram com que elas tivessem um resultado melhor de conversão dos interessados em matrículas. “A demanda reprimida provocada pela pandemia começa a ser atendida. Os alunos estão prontos para ingressas nas IES e investir em suas carreiras”, afirmou.

No ranking pesquisado das 10 formações mais procuradas de cada uma das modalidades, a área de saúde continua marcando presença significativa, reforçando a influência da pandemia. São 70% entre os cursos presenciais, com destaque para Enfermagem (11,8%), Psicologia (11,8%) e Odontologia (6,8%) e, a distância, metade do rol, com Biomedicina (6,7%), Fisioterapia (4,9%) e Educação Física (4,6%). As informações foram tema de comentários sobre as melhores estratégias para a seleção dos cursos ofertados, orientando os participantes sobre como fazer as melhores escolhas para seus portifólios.  

O seminário foi gravado e pode ser acessado no YouTube da ABMES - clique aqui.


Conteúdo Relacionado

Documentos

Documento: Otimização de oferta - o que querem os estudantes?

Data: 24/05/2022

Autor: Daniel Infante | Educa Insights

Descrição:

Apresentação realizada por Daniel Infante, sócio diretor da Educa Insights, durante o seminário virtual "Aprimoramento da oferta - o que querem os estudantes", realizado em 24 de maio de 2022, pelo YouTube rede/ABMES.

 

Download


Vídeos

Seminários ABMES | Aprimoramento da oferta - o que querem os estudantes

Após a transformação digital acelerada pela pandemia da Covid-19 nas instituições de educação superior de todo o país, a ABMES, em parceria com a Educa Insights, apresenta os resultados de uma pesquisa inédita sobre o formato que alunos dos principais cursos do ensino superior preferem estudar. Conheça esses dados no Seminário "Aprimoramento da oferta - o que querem os estudantes".

 

Notícias

Matrículas em cursos híbridos cresceram 43% em 2022, aponta pesquisa

Estudo, com base em 22 universidades particulares, atribui à pandemia aumento da procura por ensino a distância

Direito e administração são cursos superiores mais procurados pelos alunos em 2022; veja lista

Dados são do Observatório da Educação Superior, divulgados nesta terça-feira (24). Levantamento mostra que matrículas na graduação aumentaram 35% em 2022, em relação ao primeiro semestre de 2021.

Matrículas na educação superior particular subiram 35% no 1º semestre, diz associação

Segundo a entidade de mantenedoras de ensino superior, os cursos semipresenciais e híbridos tiveram o maior avanço, com salto de 43% contra 2021

ABMES: Matrículas no ensino superior privado crescem 35% no primeiro semestre de 2022

No ranking das 10 formações mais procuradas de cada uma das modalidades, a área de saúde continua marcando presença significativa