Medida Provisória nº 785, DE 06 DE JULHO DE 2017

D.O.U 07/07/2017 | Categoria: Medidas Provisórias | Subcategoria: Atos do Poder Executivo

Altera a Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, a Lei Complementar nº 129, de 8 de janeiro de 2009, a Medida Provisória nº 2.156-5, de 24 de agosto de 2001, a Medida Provisória nº 2.157-5, de 24 de agosto de 2001, a Lei nº 7.827, de 27 de setembro de 1989, a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, a Lei nº 8.958, de 20 de dezembro de 1994, e dá outras providências. 

Baixar arquivo


Revoga: Não revoga nenhuma Legislação.
Revogada por: Não é revogada por nenhuma Legislação.

Altera: Não altera nenhuma Legislação.
Alterada por:

Conteúdo Relacionado

Eventos

Seminário ABMES 35 anos

08/08/2017 Hora:8h30 (credenciamento) a 13h

Notícias

Comissão mista que analisa mudanças no Fies aprova plano de trabalho

A comissão mista responsável pela análise da Medida Provisória 785/2017, que trata do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), aprovou nesta quarta-feira (16) o seu plano de trabalho

Comissão mista da MP que modifica o Fies discute plano de trabalho na quarta-feira

A Medida Provisória trata da redução de riscos fiscais, eleva as garantias da União e altera o perfil dos financiamentos concedidos pelo Fies, a serem definidos em três modalidades de contratação

Instalada comissão mista para analisar medida que modifica o Fies

O financiamento terá três modalidades e deve beneficiar mais de 300 mil estudantes em 2018

As pressões contra o novo Fies

A Medida Provisória que impõe novas regras, a partir de 2018, para o funcionamento do Fundo de Financiamento Estudantil já recebeu 278 propostas de emendas

Neste ano, gasto total com o Fies será de R$ 30,2 bilhões

Só o chamado subsídio implícito chegará a R$ 8,3 bilhões, conforme os dados do Ministério da Fazenda.

Faculdades particulares se articulam no Congresso contra regras do novo Fies

Estadão: Associações criticam proposta que amplia participação privada nos financiamentos e altera responsabilidade por inadimplência

Para especialista, mensalidades ficarão mais caras com as mudanças no Fies

Correio Braziliense: Sólon Caldas, diretor da ABMES afirma que o modelo atual já tem muitas restrições ao financiamento e as barreiras devem piorar com o novo Fies

O Fies encolheu para os pobres

Época: É comum famílias com renda total de até três salários mínimos terem dificuldade para comprovar seus ganhos por conta da informalidade, diz Sólon Caldas

Tesouro absorve gasto do Fies e piora o resultado primário

A medida provocou um aumento do déficit primário do governo central de 2016 e deverá influenciar também no desempenho de 2017

Ministro e deputados federais debatem projeto do novo Fies

A reunião foi realizada a pedido da subcomissão, criada para apurar informações de inadimplência no fundo referente a anos anteriores e sugerir alterações no programa

MP que reformula o Fies está em análise no Congresso

Com a MP, o governo pretende garantir 310 mil vagas no ensino superior privado, das quais 100 mil a juro zero para estudantes com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos

Governo estuda estímulo à migração de alunos do Fies

Ideia é que beneficiários atuais migrem para o sistema que valerá em 2018, com juro menor e cobrança no salário

Especialistas avaliam benefícios e desafios do novo Fies

Agência Brasil: O diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, avalia que as mudanças foram menores do que o esperado

Reserva de vagas no Fies por Região motiva críticas de faculdades

Estadão: Sólon Caldas, da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), destacou que o governo federal terá responsabilidade exclusiva só por um terço das 300 mil vagas

Novo Fies terá 310 mil vagas, parte delas a juro zero

O Globo: Sólon Caldas disse que ainda não estão claros os parâmetros que serão adotados, mas criticou os tópicos já anunciados pelo governo

Novo Fies mostra preocupação com saúde financeira do governo, diz associação de faculdades particulares

G1: Em entrevista, Sólon Caldas, diretor executivo da ABMES, comentou as novas regras divulgadas pelo MEC nesta quinta-feira

A partir de 2018, risco para as companhias vai aumentar

Valor Econômico: "O governo fatiou muito o Fies, o que temos garantido são 100 mil vagas, que é muito menos do que o volume atual que é 225 mil", disse Sólon Caldas

ABMES é favorável a um Fies que garanta acesso à educação superior

Para a Associação, fica difícil fazer uma análise minuciosa sobre o novo FIES sem conhecer todos os detalhes e sem ter participado da construção das novas regras